“Infiltrado na Klan” estreia hoje no Ubook!

“Infiltrado na Klan”, livro que inspirou o filme do premiado diretor Spike Lee, já está disponível para ouvir no Ubook!

klan

“Infiltrado na Klan” já rodou o mundo, ganhou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes, é um dos favoritos do Oscar e já é sucesso nos cinemas brasileiros! Do diretor Spike Lee, mente por trás dos clássicos “Faça a Coisa Certa” e “Malcolm X”, “Infiltrado” é uma reflexão sobre o racismo na história dos Estados Unidos – uma trama que continua muito atual.

Mas a história, baseada num caso real, começou muito antes das telas de cinema: o livro que deu origem ao filme já está disponível para ouvir no Ubook!

Em “Infiltrado”, Ron Stallworth é o primeiro policial negro da cidade de Colorado Springs. Em 1978, Ron conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan local – uma organização racista e xenofóbica que, desde o fim da Guerra Civil norte-americana, planeja atentados contra judeus, homossexuais, latinos e, principalmente, negros. Fingindo ser branco através de cartas e telefonemas, Ron conseguiu impedir uma série de linchamentos e outros crimes de ódio orquestrados pelos racistas.

Imagem relacionada

O livro de mesmo nome é escrito pelo próprio Stallworth, hoje um veterano aposentado. “Infiltrado na Klan” está em cartaz nos cinemas e chegandonas livrarias, mas chegou primeiro no Ubook!

Para conferir nosso audiolivro, basta clicar aqui. Nossa versão em e-book também já está disponível clicando aqui.

No Mês da Consciência Negra, acompanhe a luta contra a Ku Klux Klan em “Infiltrado no Klan”

Neste Novembro Negro, acompanhe o detetive Ron Stallworth na investigação de uma das maiores organizações racistas do mundo.

Infiltrado na Klan Ubook

20 de novembro não é apenas uma data – é um marco histórico de um processo de luta. No dia 20 de novembro de 1695, morria Zumbi dos Palmares, último líder do maior dos quilombos do Brasil colonial. Por anos, Zumbi acolheu negros que fugiam da escravidão e defendeu o Quilombo dos Palmares de ataques e expedições daqueles que pretendiam escravizar novamente seu povo.

Apesar de ser uma data de grande importância histórica, só foi incluída no calendário escolar nacional em 2003 e, em 2011, foi instituído oficialmente o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Neste ano, também se comemora os 130 anos de abolição da escravidão, o que mostra que este sombrio capítulo de nossa história ainda é muito recente.

Infiltrado na Klan Ubook

Novembro é também o mês de celebrar a cultura negra e a luta por igualdade contra o racismo – e já temos o livro perfeito para falar sobre isso.

Infiltrado na Klan Ubook

Ron Stallworth foi um dos poucos detetives negros a trabalhar na polícia de Colorado, EUA, durante os anos 1970. Tendo que enfrentar não apenas o racismo das ruas, mas também da corporação, em 1979, ele comandou uma grande operação para se infiltrar na Ku Klux Klan, uma organização que defende a supremacia branca e promove linchamento e assassinato de negros e latinos desde o fim da Guerra Civil norte-americana, em 1865.

Infiltrado na Klan Ubook

Correndo grandes riscos, Stallworth conseguiu expôr e sabotar grandes atentados terroristas que a KKK faria ao longo de oito meses. Ele conta sua história em “Infiltrado na Klan”, lançado em 2014 e recém adicionado ao catálogo de e-books do Ubook. O livro, que em breve ganhará uma versão em áudio em comemoração ao Mês da Consciência Negra, também foi adaptado ao cinema por Spike Lee, indicado ao Oscar pelo clássico “Faça a Coisa Certa” (1989). A adaptação foi exibida no Festival de Cannes deste ano e foi premiada com o Grande Prêmio do Júri. A KKK também já foi representada no filme “Django Livre” (2012), de Quentin Tarantino: em uma cena, um grupo de supremacistas brancos tenta atacar o protagonista Django (Jamie Foxx), mas são impedidos pelo justiceiro Dr. King Schultz (Christoph Waltz).

Resultado de imagem para django unchained scene]
Cena de “Django Livre”.

Stallworth ajudou a desmascarar o ódio e é o nosso Livro do Mês do Ubook Box em dezembro, com a curadoria feita pelo ator e rapper André Ramiro. Para saber mais, dê uma olhada no que preparamos para você em nosso Box.

Um audiolivro arrepiante na Semana das Bruxas no Ubook

O Dia das Bruxas, ou Halloween para os americanos, torna-se cada vez mais popular mundialmente. Seu nome deriva de All Hallows’ Eve, e designa a noite anterior ao Dia de Todos os Santos, que é celebrado em 1° de novembro. Os historiadores apontam que a celebração surgiu do festival celta de Samhain (termo que significa “fim do verão”), que comemorava o fim das colheitas e era marcado por grandes fogueiras. Nos dias atuais, a data marca o fim do verão no hemisfério norte, celebra os mortos e brinca com os medos e fantasias ancestrais dos humanos.

A literatura, assim como outras artes como o cinema e a pintura, também se vale destes medos, utilizado nos gêneros intitulados “terror” ou “horror”, para produzir em seus leitores ou espectadores a inquietação provocada pelo sobrenatural ou inexplicável.

Nesta semana de Halloween, o Ubook preparou um presente especial para os fãs do gênero, trazendo alguns exemplos de autores mestres em produzir esta atmosfera na Antologia de Halloween.

Quer saber mais sobre este especial?

A pré-produção começou com o garimpo dos contos que fariam parte dessa antologia. Nosso conselho editorial avaliou várias histórias dos mais diversos escritores, até chegarmos a estes 8 clássicos do terror dos séculos XIX e XX, de alguns dos mais marcantes autores do gênero: Bram Stocker, Edgar Allan Poe, H. P. Lovecraft e Rudyard Kipling. Feita a seleção, foi a vez de traduzirmos o conteúdo, com a preocupação de manter a qualidade do original. Em seguida veio a escolha das vozes, a gravação e revisão do áudio e por fim o toque especial deste projeto: a sonorização – que dá um sabor diferente ao que está sendo narrado.

Os autores selecionados:
Bram Stocker – nasceu em Dublin na Irlanda em 1847. Seu mais famoso livro, Drácula é considerado uma obra-prima do gênero do terror, traduzido para vários idiomas, foi parar diversas vezes nas telas do cinema. O vampiro mais famoso do mundo até hoje aterroriza e encanta os fãs do horror.
Edgar Allan Poe – nasceu em Boston, Massachusetts, nos Estados Unidos, em 1809. Criador do detetive Auguste Dupin, de Assassinatos da Rua Morgue, ele participou do movimento romântico americano. Poe trouxe à tona temas sombrios em seus contos, como a morte.
H. P. Lovecraft – nasceu em 1890 nos Estados Unidos. É considerado um revolucionário do gênero do terror ao acrescentar elementos dos gêneros de ficção cientifica e fantasia as suas histórias. Dizem que várias de suas obras foram baseadas em pesadelos que o atormentavam.
Rudyard Kiplling – nasceu em 1865 na Índia. Prêmio Nobel de literatura de 1907. Suas histórias tem a Índia, colônia inglesa, como cenário e inspiração para obras que tem o sobrenatural como personagem principal.

Curte sentir uns arrepios enquanto escuta um audiolivro? Escute a Antologia de Halloween e divirta-se!

Era uma vez… um dia das crianças sem fim!

“Me conta uma história?” – que pai, mãe ou avô nunca atendeu esse desejo de nossos pequenos? E depois que eles crescem, nos lembramos com ternura destes momentos antes de dormir, quando os pequenos exercitam a imaginação ouvindo histórias, e dormecem com as princesas, sereias ou bichos falantes se misturando com os sonhos.

Ouvir histórias sempre fez parte da formação de todas as gerações desde os primórdios da humanidade, e as evoluções tecnológicas acompanharam e aprimoraram esse hábito. Nos anos 70, a coleção Disquinho marcou a infância de muitos, com seus compactos coloridos trazendo histórias clássicas, acompanhadas de músicas compostas por Braguinha. E nos dias atuais, com o advento de novas tecnologias como o smartphone e os aplicativos, a antiga contação de histórias ganhou nova roupagem e mais praticidade, sem perder a magia.

No Ubook, os pequenos sempre foram contemplados com obras de qualidade feitas especialmente para eles. Você sabia que temos inclusive uma área dentro do app dedicada exclusivamente às crianças, o Ubook Kids, feita para que os menorzinhos possam navegar sozinhos, sem a supervisão de um adulto? Para conhecer, clique no ícone com o desenho de um bebê, no canto superior esquerdo do seu aplicativo. Nossos profissionais de tecnologia criaram uma interface mais simples, que permite até mesmo à criança ainda não alfabetizada escolher e acessar as historinhas que deseja escutar. Para deixar os pais ainda mais tranquilos, é necessário digitar uma senha para voltar para a parte adulta do aplicativo, assim os pequenos não correm o risco de escutar algo que não seja adequado para sua faixa etária. Uma ótima dica de entretenimento para viagens longas de carro ou no trajeto de ida e volta da escola.

No Ubook, seus filhos podem escutar desde histórias tradicionais como Os Três Porquinhos e O Soldadinho de Chumbo, passando por obras marcantes para todas as idades como O Pequeno Príncipe e adaptações de clássicos como Alice no País das Maravilhas, até sucessos recentes dos cinemas como A Era do Gelo, todos com um trabalho de sonorização e interpretação que garantem a atenção das crianças. E que tal proporcionar a eles obras lidas por seus próprios autores, com nomes consagrados como Ziraldo, Ruth Rocha e Marina Colasanti?

Para trazer ainda mais novidades e comemorar com a família Ubook o Dia das Crianças, preparamos um lançamento especial para este 12 de outubro, celebrando a data e também a chegada do Grupo Editorial Zit à nossa plataforma. Estamos publicando hoje oito títulos selecionados da editora, produzidos com muito carinho e narrados pelos autores, escritores de grande talento e mestres na arte de contar histórias. São livros como Do Mar, que fala da coragem de uma moça que não se contentou com o lugar consagrado às mulheres em sua aldeia (com uma música exclusiva especialmente composta para a história); O menino que tinha medo de errar, que questiona a busca da perfeição e Viva Eu, Viva tu, Viva o Rabo do Tatu, que conta o que aconteceu no dia em que um tatu entrou numa tuba. E estes são apenas alguns de muitos livros de parceiros como o Grupo Editorial Zit e a Editora Ciranda Cultural que vão ganhar uma versão em áudio, com sonoplastia e trilha sonora, trazendo obras de qualidade e rara beleza para as crianças.

Ouça com seu filho nossas histórias e aguarde os próximos lançamentos, afinal, no Ubook, todo dia é Dia das Crianças!

O Diário de Anne Frank – Novos formatos relembram relato histórico

O diário de uma adolescente judia, escrito entre 1942 e 1944 quando, escondida do regime nazista com sua família, registrou em seus cadernos seu dia a dia, se transformou em um dos maiores clássicos da literatura mundial. Revelando anseios típicos de uma jovem de sua idade e sua perplexidade com a situação e os riscos a que estavam submetidos, os escritos foram resgatados no pós-guerra pelo único sobrevivente da família, o pai de Anne, Otto Frank. O Diário de Anne Frank deu um rosto e uma identidade a mais de 6 milhões de judeus que, como Anne, acabaram perdendo a vida durante o Holocausto. A obra continua sendo, ao longo das décadas, um dos livros mais vendidos da história, tendo sido publicado em mais de 70 países e gerado peças de teatro, filmes e documentários.

Comprovando a atualidade do texto, foi anunciado o lançamento mundial de uma versão em quadrinhos da história, a ser publicada no Brasil no início de outubro, e prevista para ser transformada ainda em um filme de animação em 2019. A HQ será publicada pela Editora Record, também responsável pela edição no Brasil do livro que traz a íntegra do Diário original. A Fundação Anne Frank, visando dar uma nova vida ao relato literário, contatou o cineasta israelense Ari Folman, que convidou para ajudá-lo na empreitada o diretor de arte e ilustrador David Polonsky. Sobre a experiência de adaptação do livro, Folman declarou ao Jornal O Globo: “Li umas vinte vezes cada página para trabalhar no roteiro. Em cada uma delas, me dizia: ‘Uau, isso deveria entrar na íntegra’. A tarefa mais dura foi fazer os cortes. Trabalhava em 30 páginas do diário para fazer 10 páginas da HQ.

Além do formato padrão e da HQ que está por vir, o Diário da jovem Anne conta com uma versão em áudio, produzido este ano pelo Ubook em parceria com a Editora Record. Transformar em áudio todo o conteúdo escrito por Anne durante os 743 dias de cativeiro apresentou inúmeros desafios, sendo um dos principais a seleção de uma narradora que pudesse passar com veracidade e sentimento as emoções da jovem. A escolhida foi a atriz Joana Caetano, que revela: “Eu sempre tive carinho especial pelo Diário. Quando tive a oportunidade de ser a voz da Anne, me vi diante da imensa responsabilidade de interpretar alguém que, apesar de bastante jovem, revelava muita maturidade na busca pelo entendimento necessário para se educar a viver num contexto histórico tão violento. Foi um grande desafio sentir todas as suas palavras sem me deixar levar pela emoção dos desdobramentos que todos conhecemos. Como Anne, fui de peito aberto, porque, para os que ficamos, o diário segue atual.”. A pesquisa das pronúncias dos nomes dos personagens mencionados pela autora e a extrema fidelidade ao texto, que é marca das produções do Ubook, foram também preocupações na adaptação deste grande clássico para o áudio.

O resultado é um audiolivro que toca o coração e mantém viva a memória da jovem Anne. Durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, nossa equipe teve a oportunidade de ver de perto a reação dos ouvintes. Em um de nossos totens de demonstração, no estande da Record, uma frequentadora chegou a se emocionar escutando um trecho do livro no Ubook, apesar de toda a movimentação típica do evento no entorno dela. “Parece que estou ouvindo a própria Anne falar”, comentou.

Se você deseja conhecer ou relembrar O Diário de Anne Frankclique aqui, escute e desfrute desta obra, que além da qualidade literária reconhecida, é também um documento histórico.

Encontrada: Sofia está de volta!

unnamedA vida de Sofia se transforma quando ela compra um novo celular e, misteriosamente, vai parar no século XIX. Perdida no tempo, ela encontra refúgio na família Clarke. A partir daí, surge uma oportunidade de seguir as pistas para entender o que aconteceu. Sofia e Ian Clarke vivem uma paixão e, juntos, buscam uma forma de voltar ao seu tempo.

Ela coseguiu voltar! Como?
No dia 11 de maio você vai descobrir no novo livro da autora Carina Rissi, “Encontrada – À Espera do felizes para sempre”. 

Sofia volta para seu tempo e com muitas novidades. Apaixonada por Ian Clarke, eles decidem se casar, mas como nada tem sido fácil em sua vida, ela será afastada de seus sonhos pelos muitos obstáculos que encontrará no caminho.

Cristina Flores: a narradora das aventuras da Sofia

A narradora dos livros “Perdida – Um Amor que Ultrapassa as Barreiras do Tempo” e agora do “Encontrada”, Cristina Flores, conta que essa continuação está para lá de emocionante e intrigante.

“Esse novo livro mostra Sofia lidando com várias peripécias. É uma mulher vivendo as mudanças do comportamento feminino através do tempo. O público vai adorar! Está muito legal fazer a narração, pois ela está mais afiada do que nunca.”

A Autora Carina Rissi

carinaCarina Rissi é paulistana de uma cidade do interior chamada Ariranha.  Uma leitora voraz que prefere saber o final da história antes de ler o livro. Autora de livros como Procura-se um marido, No mundo da Luna e Mentira Perfeita, Carina já vendeu mais de 300 mil exemplares e teve seus livros publicados  em Portugal, Russia, Itália e Ucrânia.

Anote na agenda! Dia 11, lançamento do audiobook “Encontrada”